Tardezinha Inclusiva tem ‘Embaixadores da Inclusão’ em domingo de muita festa para famílias

A 23ª edição da Tardezinha Inclusiva aconteceu, neste domingo (26), no Centro Cultural de Mangabeira, reunindo crianças e suas famílias para um momento de união e diversão. Durante o evento, cerca de 30 crianças receberam seus certificados de ‘Embaixadores da Inclusão’. Os embaixadores são artistas, atletas, poetas, pessoas que usam seu talento para promover e defender a inclusão na sociedade como um todo, incluindo crianças atípicas, autistas, cadeirantes, T21, artistas e cantores.  

Além dos certificados, o evento contou com a presença da secretária de Educação e Cultura, América Castro, e do secretário de Gestão Governamental, Diego Tavares, que foram escolhidos como madrinha e padrinho da Tardezinha Inclusiva. “Esta é uma tarde muito especial, um evento grandioso e segue dentro do que a Prefeitura vem fazendo para promover o acompanhamento das crianças especiais do nosso município. Temos um trabalho de cuidado, promovendo a educação e o acompanhamento com cuidadores para todas as que necessitam e fazem parte da rede municipal de educação”, destacou América Castro.  

Já o secretário Diego Tavares destacou o trabalho que tem sido feito pela Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope) e pela Associação Paraibana de Autismo (APA). “Quero agradecer pela oportunidade de poder ajudar na Tardezinha. Eu sou pai de Sophia, que tem autismo e sei da importância de um evento como esse para as famílias sendo promovido pelo poder público de forma gratuita, incluindo um olhar humanizado e social no trato com essas crianças”, afirmou.  

Ainda no evento, uma das temáticas foi ‘Amor aos Animais’, com feira de adoção de cães e gatos, proporcionando também o contato com diferentes espécies, despertando a curiosidade e o cuidado com a natureza. “Esta é a segunda vez que participamos da Tardezinha Inclusiva e além da exposição dos gatos e cães disponíveis para adoção, estamos promovendo educação contra os maus-tratos aos animais, importância do controle populacional e guarda responsável. Esperamos que possam encontrar lares que façam a diferença positiva na vida desses bichinhos”, reforçou Maribel Amengual, da ONG SOS Animais e Plantas.  

Margareth dos Santos é mãe de Isaias, de 5 anos de idade, e veio na Tardezinha Inclusiva pela segunda vez. Ela diz que sentiu diferença na evolução do filho, que é autista de suporte 2, percebendo ele mais tolerante com barulhos e com a companhia de outras pessoas. “Na primeira vez foi mais difícil, mas hoje já conseguimos com que ele tivesse mais paciência para utilizar os brinquedos disponíveis e não se incomodar com o barulho do evento. Sou de Sergipe e não conhecia ninguém na cidade, mas com as vindas aqui já consegui também conhecer outras mães e ter mais apoio no que preciso”, relatou.  

“Este é o segundo ano que promovemos a Tardezinha Inclusiva e percebemos que a arte é um instrumento importante. Temos muitas crianças que se expressam através da música, pintura, teatro e poesia e aqui é um local em que elas podem apresentar o que desejam de forma artística. Além disso, promovemos na Tardezinha Inclusiva sobretudo, um atendimento psicopedagógico, jurídico, de assistência social às famílias. Isso é muito importante. Em breve teremos nosso piquenique no Parque Solon de Lucena, além da edição de fim de ano da Tardezinha Inclusiva”, informou Marcus Alves, diretor executivo da Funjope.  

A programação contou com a participação da Turma Tá Blz, com a cantora Nik Fernandes e o DJ Jhony Fernandes. Participaram também o Capitão América, Batman – o homem morcego, o personagem Rio da Turma do Bita e o Gato Ben, que é o símbolo da inclusão autista.  

Os palhaços Kika e Baba Baby ficaram responsáveis pelo acolhimento e atividades de recreação; a Pequena Sereia, do Aquário Paraíba, levou sua beleza para o evento, e o Mágico Smith também esteve por lá. A Tardezinha também contou com muita música com os cantores mirins Clara Dias, Estella Louise, Rodriguinho e Rafael Starr, assim como o cantor Nilson Muniz, escolhido com o melhor repertório de 2023.  

Serviços – A Tardezinha conta com assistentes sociais da Secretaria de Desenvolvimento Social de João Pessoa (Sedes); assistência do escritório de advocacia Jansen Dornelas; oficina de artes da Escola Impactus; oficina de Nutrição com Janete Diniz; oficina de pintura em gesso Espaço Happy; serviço de estética de Érika Silva, com ventosas e auriculoterapia. Participação da Cabana Bakana; brinquedos infláveis. Nos estandes da Feirinha Inclusiva são comercializados produtos diversos feitos pelas mães.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *