Prefeitura faz 1.392 atendimentos em Jacarepaguá com o programa Favela com Dignidade – Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro

O programa Favela com Dignidade fez mais de 1.300 atendimentos em Jacarepaguá – Prefeitura do Rio

A Prefeitura do Rio levou o programa Favela com Dignidade à Jacarepaguá, neste sábado (16/12), com 1.392 atendimentos diretos a moradores da região. Diversas secretarias e órgãos municipais e do estado participaram da ação conjunta, promovida pela Secretaria de Ação Comunitária na Vila Olímpica do Mato Alto, na Praça Seca.

– O evento foi um sucesso, veio em boa hora porque estamos no fechamento do ano e as pessoas precisam ter as orientações e os serviços dos quais necessitam. É da maior importância essa união de secretarias. Participaram do evento moradores da Praça Seca, do Tanque e de localidades do entorno, como Bateau Mouche, Ipase, Chacrinha, e Renascer, entre outras áreas – afirmou o secretário de Ação Comunitária, Chiquinho Brazão.

A equipe da Secretaria de Saúde vacinou contra a covid-19 (dose bivalente) e influenza, além de oferecer vacinas de rotina para crianças, adolescentes e adultos. A secretaria também orientou o público sobre a prevenção das doenças sexualmente transmissíveis (ISTs), com oferta de preservativos e sobre a saúde da mulher.  As crianças receberam dicas sobre higiene oral e ganharam kits com creme dental, fio dental e escova.

Profissionais da Saúde também alertaram sobre os cuidados para a prevenção de arboviroses (dengue, chikungunha e zika), orientaram sobre os males do tabagismo e divulgaram as datas dos grupos nas unidades da região para quem pretende parar de fumar. Houve ainda atendimento com auriculoterapia.

O evento contou também com uma aula de alongamento e ginástica funcional, promovida por profissionais de Educação Física do programa Academia Carioca, da Secretaria de Saúde, e por professores da Vila Olímpica do Mato Alto, vinculados à Secretaria de Esportes e Lazer.

A Secretaria de Habitação atendeu interessados no programa Minha Casa, Minha Vida e a Secretaria de Assistência Social prestou atendimento social e orientou sobre o CadÚnico e sobre os serviços ofertados pelo Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) da região.

Já a Secretaria de Educação divulgou as vagas na rede municipal em 2024 e sobre o PEJA (Projeto de Educação de Jovens e Adultos). A Secretaria de Cultura fez brincadeiras com o público e doou  livros. A Secretaria da Juventude Carioca promoveu uma oficina prática de pilotagem de drone e deu informações sobre os cursos disponíveis nos Espaços da Juventude, como operador de drone, DJ e Mídias Sociais, e cadastrou interessados em participar do projeto Nosso Rio, de capacitação de jovens para a área de Turismo.

A Secretaria da Mulher deu dicas sobre vagas em cursos gratuitos voltados para o público feminino e falou sobre os centros de atendimento à mulher em situação de violência. A Secretaria da Pessoa com Deficiência prestou esclarecimentos sobre os direitos das pessoas com deficiência e divulgou os serviços realizados nos Centros Municipais de Referência da Pessoa com Deficiência. A Secretaria de Transportes explicou como obter o cartão  de estacionamento para idoso e o cartão de identificação de veículo de pessoa com deficiência. A SMTR explicou ainda sobre recursos de multas de trânsito e tirou dúvidas sobre o Jaé, novo sistema de bilhetagem eletrônica do município do Rio.

O Procon Carioca também atendeu o público com orientações sobre problemas de consumo e registros de reclamações. A Secretaria de Meio Ambiente e Clima orientou sobre a importância da preservação ambiental, e deu dicas sobre o descarte correto de óleo de cozinha e sobre o cultivo de hortaliças em casa, nas escolas e em condomínios. Houve distribuição de mudas de ervas.

A Fundação Parques e Jardins distribuiu mudas de plantas e ensinou como mantê-las. A Defesa Civil falou sobre prevenção de acidentes, moradias seguras e sobre o sistema de alerta com sirenes em comunidades em casos de fortes chuvas. A Secretaria de Ação Comunitária falou sobre o Recicla Comunidade, projeto de geração de renda extra para moradores de favelas e comunidades, por meio da coleta e vendas de resíduos sólidos, que também ajuda a manter as ruas limpas e contribui com a preservação ambiental.

A Secretaria de Proteção Animal orientou sobre o bem-estar animal e fez agendamentos para a castração de cães e gatos.

– Vim em busca da castração do meu cachorro e já consegui agendar. Para quem não tempo e nem renda, é possível resolver vários assuntos no mesmo dia, perto de casa – comentou Monique Martins, que também buscou outros serviços.

A Fundação Leão XIII concedeu isenção para a segunda via de certidões de óbito, nascimento, divórcio e casamento, além de habilitação para casamento comunitário. O Detran-RJ recebeu pessoas interessadas em agendar a 1ª e 2ª via de carteira de identidade.

– Vim agendar a segunda via da minha identidade porque a minha é antiga e já vou fazer uma nova na próxima semana – contou Lucy dos Santos.

Além dos serviços prestados durante a Ação integrada, a Prefeitura promoveu melhorias na região, como omo reforço da iluminação na praça do Conjunto do Ipase, tapa-buraco, desobstrução de bueiro, restauração de quebra-molas, reassentamento de tampão, e limpeza geral nas ruas do entorno, com capina manual, limpeza de ralos, roçada com equipamento portátil, varrição manual e remoção dos resíduos. Os serviços foram feitos pela Rioluz, Secretaria de Conservação e Comlurb.

O Favela com Dignidade tem o objetivo de garantir e facilitar o acesso aos serviços públicos à população que vive em comunidades com menores Índices de Desenvolvimento Social, proporcionando melhores condições de vida aos moradores dessas localidades. Implantado em 2021, o programa já promoveu 24 ações comunitárias conjuntas, levando 34.580 atendimentos diretos.

Marcações: atendimento Favela com Dignidade Jacarepaguá serviço

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *