Agência Minas Gerais | Emergência MG: mais 24 cidades podem acionar as forças de segurança pela internet

Uma nova expansão do serviço Emergência MG vai possibilitar que cerca de um quarto da população mineira possa fazer o acionamento das forças de segurança pela internet.

A partir desta quarta-feira (13/3), mais 24 cidades de Minas passam a integrar a área de atendimento do projeto (ver quadro). Agora, em todo o estado, são 34 municípios com alcance do Emergência MG, abrangendo uma população de mais de 5 milhões de habitantes.

O anúncio da expansão foi feito pelo governador Romeu Zema. “A cada mês que passa, mais gente está usando o Emergência MG. Então vamos continuar investindo no programa, expandindo para outras cidades, para que todo mundo que mora em Minas possa acionar nossas forças de segurança de um jeito rápido e prático”, ressaltou.

 

                                                                                                  Clique para ampliar a lista (crédito Rafael Novaes / Sejusp)

O serviço de atendimento virtual é pioneiro no país e promove a mobilização integrada das polícias e Corpo de Bombeiros Militar via chat. E

le pode ser acionado por meio de site próprio (www.emergencia.mg.gov.br), pelo aplicativo de serviços do Governo de Minas – MG App e pelo aplicativo de mensagens Telegram – apenas digitando na lupa de busca. Saiba mais aqui.

 

Tiago Ciccarini / Sejusp

É também uma revolução na mobilização das forças de segurança pública em Minas, uma vez que as chamadas telefônicas para o 190, 197 e 193 eram, até então, o único modo disponível de acionamento desde 1976.

O Emergência MG também significa a criação de uma única porta de entrada para acionamento da Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros. Ou seja, o cidadão poderá acessar um único espaço para resolver qualquer questão de emergência que demande ajuda das forças de segurança.

Vale destacar que a novidade não interfere nos serviços via telefone, que serão mantidos.

O projeto também é uma ação inclusiva, pois permite o acionamento das polícias e bombeiros por pessoas surdas. A interface com a tecnologia permite, de forma segura, o compartilhamento de localização, envio de fotos e vídeo chamadas. Essa última aplicação pode ser decisiva, por exemplo, na ligação de uma mãe para os bombeiros durante um pedido de socorro para o filho engasgado.

Expansão gradativa

O programa teve seu início em novembro de 2023 com uma fase piloto na cidade de Lagoa Santa, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), onde foram realizados testes por 30 dias.

Durante esse período, o serviço registrou uma adesão significativa e obteve sucesso, com mais de 6.420 acionamentos e um tempo médio de atendimento inferior a quatro minutos.

Com base nessa experiência bem-sucedida, o Emergência MG passou pela segunda expansão, em janeiro deste ano, sendo ampliado para a capital mineira, Belo Horizonte, e mais nove municípios da Região Metropolitana.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *